Changes

Recentemente, como disse em outro post, eu acabei me mudando de casa. O mais legal de se mudar é que, de uma hora pra outra, você desmonta sua casa toda e acaba descobrindo coisas que se tornam preciosos segredos guardados há muito tempo em algum canto do armário.

Com a mudança, eu consegui encontrar muitas coisas que me fizeram relembrar vários momentos de minha infância e adolescência e mesmo, porque não, de momentos que aconteceram há 3, 4 anos atrás.

Achei meu álbum de bebê e nele estavam contidas várias informações de quando eu nasci. Pensei na felicidade dos meus pais com a minha chegada e de como aqueles dias eram felizes, sem preocupação com o futuro, sem medo do amanhã, sem grandes objetivos e desejos.

Encontrei também coisas como tazos, cartas de jogos e coisas que eu gostava de brincar quando criança. A melhor coisa foi encontrar o CD de Natal que todo ano minha tia já falecida colocava pra contar, enquanto contava para nós, crianças, as histórias do algodão. A saudade apertou bastante no peito.

Da minha adolescência, achei meus CD’s que gravava aos montes, com miscelâneas de música, de jogos para Super Nintendo (um até decidi jogar de novo). Eram momentos em que minha vida se transportava para um mundo imaginário e essa fase tão ardilosa deixava de existir.

E pra completar, achei a nossa cápsula do tempo, lá no fundo do meu armário, com abertura prevista para 19 de maio de 2019. Tentei lembrar no que havia escrito em meu questionário, mas não foi possível. Será que daqui 7 anos, quando nos encontrarmos para abrir, teremos realizados nossos sonhos ou eles terão de modificado com o passar do tempo? A curiosidade impera nesse momento.

O mais legal, no final, foi por poucos momentos, revisitar meu passado e poder voltar a ser a criança sem preocupações que um dia fui. E esse momento me mostrou uma verdade: mudar é necessário, mas manter a essência, ah, isso é obrigatório!

Anúncios

Sobre The Serious

Capricorniano nato, organizado e extremamente perfeccionista. Idealizador, que quer conhecer o mundo todo. Turismólogo por formação. Brasileiro e orgulhoso disso! Ama bife de picanha com arroz, feijão, farofa e batata frita e não abre mão de uma boa dose de Absolut, seja com coca, com suco, com gelo. Leitor ávido de todos os tipos de livro. Ouve todo tipo de música, de Cher à Victor e Léo. Adora uniformes e ternos. Viciado em viagens. Postagens às quartas.

Publicado em janeiro 11, 2012, em Pensamentos, The Serious. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. NOSSA eu amo fazer isso… Tenho uma caixa no fundo do armário que guardo tudo que foi importante… Cartas, tazos, papeis de carta, figurinhas, bolinhas de gude, flores secas, entre outras coisas…

    É MUITO bom fazer isso, se sentir vivo e dar valor a tudo que já passou, lembrar dos momentos difíceis e ver como tudo foi essencial para o que somos hoje!!!

  2. Certeza! Eu adoro reviver bons momentos tb. Tive uma rebeldia uma certa época da vida e acabei me desfazendo de mtas coisas, hj me arrependo.. mas eu ja to juntando tudo de novo e vivo revivendo a vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: