O estranho do clube – parte final

Continuação do post “O estranho do clube”.

Cheguei em casa ainda pasmo com o que tinha me acontecido. Eu não sabia se estava feliz, se estava triste, se me sentia sujo ou se me sentia revigorado. E eu ainda tremia.

No finzinho da tarde, quase anoitecendo, meu celular tocou e eu fui correndo atender. Era um número desconhecido, fiquei com receio de atender, mas cedi a curiosidade e atendi. Era o cara do clube.

Conversamos um pouco e eu perguntei seu nome (que eu ainda não sabia). Conversa vai, conversa vem, ele me chamou pra ir na sua casa no outro dia, pra passar a tarde e conversar um pouco.

Num acesso de loucura, resolvi que iria, afinal, não tinha nada a perder e eu estava muito curioso pra ver o desenrolar dessa história. Posso adiantar que, de tanta ansiedade, mal dormi aquele dia.

No outro dia, depois de infinitas e longas horas, chegou o momento de ir pra casa dele. Tomei banho, procurei me vestir de um jeito melhorzinho e fui pro tal encontro.

Cheguei lá, indiquei o número do apartamento para o porteiro e esse me disse que o rapaz já estava a minha espera. Subi as escadas e apertei a campainha do seu apartamento. Entrei, conversamos e ele me deixou muito a vontade, mas eu não parava de pensar que estava fazendo uma loucura na casa de um estranho que eu conheci ontem. E se ele me fizesse algum mal?

Grazadeus, não foi o que aconteceu. Passamos a tarde juntos, ficamos e acabou rolando com ele a minha primeira vez. Não vou relatar como foi, fica a cargo da imaginação de vocês, só posso dizer que foi bem diferente. Poderia ter sido bem melhor, se eu não estivesse tão nervoso, mas enfim…já foi!

Depois do acontecido, fiquei com vergonha, muita vergonha e quis ir embora na hora. Mal dei tchau pro cara e já sai correndo do apartamento, meio abalado com tudo. No caminho pra casa fui pensando no que tinha feito e tentando fazer um autojulgamento, não cheguei a conclusão alguma.

Durante os próximos dias ou até por algumas semanas, ele tentou manter contato, mas eu não quis. Acabou que nos vimos mais uma ou duas vezes e depois nunca mais.

Hoje eu avalio a história e penso que deveria ter aproveitado mais uma situação tão inusitada, deveria ter tido menos medo e me entregado mais. Sempre penso no que poderia ter feito e no que poderia ter acontecido com a gente. Pra uma coisa essa história serviu, pra mostrar que sempre temos que estar prontos, por que vai que o amor da nossa vida nos tromba no rua e a gente não está preparado?

Pra mim, o futuro dessa relação sempre vai ser uma grande incógnita, que hoje não me incomoda mais, mas que sempre vai estar comigo.

Reflita, pode acontecer com você também…a qualquer momento.

Anúncios

Sobre The Silly

Um perfeito reclamão, extremamente afobado e muito desastrado. Quero tudo e quero agora. Comunicador por formação e por paixão. Brasileiro com passaporte turquesa. Ouço todo tipo de música, mas é com o bom e velho pop/rock que eu me entendo bem. Adoro comer e não vivo sem chocolate. Canceriano clichê e romântico fundo de quintal. Leio muito e coleciono toys. Morro com barbas por fazer (de preferência clarinhas). Harrymaníaco incurável.

Publicado em fevereiro 3, 2012, em Geral, Histórias, The Silly e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Conheço o site a pouco tempo, vejo as notícias no facebook, e realmente tou encantado com cada história, cada post, realmente me identifiquei com cada história, com os conselhos, tenho 16 anos, minha vida amorosa não começou ainda, mas eu quero ter a sorte de viver todos esses momentos loucos como o de vocês, caras como eu devem conhecer esse site, tenho certeza que exorcisariam muitos demônios… um abraço especial ao the silly e ao the serious!

    • Olá!
      Obrigado querido! Nosso objetivo realmente é esse: através de nossas histórias, ajudar as pessoas a passarem por momentos difíceis que nós já passamos e fazer rir com nossos momentos felizes. O mais gostoso é isso: saber que os leitores se identificam com nossas histórias 🙂 Obrigado de novo!

    • Own, vc é um fofo e já mora aqui ó <3. Com certeza vc tb vai viver as suas histórias e vai amar cada uma delas. Obrigado por nos ler e dividir isso com a gente. Continue ligado que tem mta história acontecendo ainda. Beijao!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: