Cartas antigas

Me faltam palavras para descrever o que você tem representado pra mim nesse ultimo mês. Sempre tive grande facilidade para escrever, tanto sobre meus sentimentos, bons ou ruins, como sobre qualquer outra coisa que quisesse… mas, ao pensar em escrever esta carta pra você, eu não consigo transpor em palavras todo o sentimento, toda a alegria, todo o entusiasmo e euforia que eu sinto só em pensar em estar ao seu lado…

Posso dizer que foi algo completamente inesperado: eu, talvez por ter tentado inúmeras vezes, estava em um momento em que meu objetivo era apenas estar próximo dos meus amigos, me dedicar ao meu futuro e estudos e seguir em frente, sem esperar mais nada desse campo que sempre me machucou, que sempre preferiu me ferir e me tirar lágrimas.

Enfim, estava bem comigo mesmo, me amando. Descobri que não precisava de mais ninguém além de eu mesmo para ser feliz, que a felicidade não se encontrava no que as pessoas poderiam me proporcionar, mas dentro de mim. E foi nesse ponto que conheci você: em um momento em que eu estava bem comigo mesmo, em um local completamente inusitado, em uma circunstancia totalmente inesperada.

Começou com uma pequena brincadeira, que se tornou um interesse, que virou algo mais sério e que nesse momento pra mim, depois desse um mês que estamos juntos, já tem nome definido: amor.

Esse amor que eu tanto esperei e que algumas vezes chegou perto de acontecer, mas por não ser o momento ou a pessoa certa, escorregou entre meus dedos, fugiu de mim sem ao menos me deixar tentar; mas hoje eu entendo… tudo o que ocorreu, serviu para eu amadurecer e poder amar como um homem e não como um menino que acredita em um simples conto de fadas.

Quando te abraço, sinto como se nada mais pudesse me afligir, por estar em seus braços nada mais poderá me machucar; Quando te beijo, é como se o tempo fosse algo que não existisse mais, não para nós; Quando vejo seu sorriso, é como se qualquer maldade existente no mundo apenas desaparecesse; Quando te olho e enxergo em seus olhos o brilho que sei que enxerga nos meus, sinto a segurança de estar com alguém que, acima de tudo, quer me ver feliz, assim como eu também o quero.

Demorei para perceber todo esse sentimento, mas os gestos e as sensações me deixaram claro o que eu inconscientemente já sabia: eu te amo.

Anúncios

Sobre The Serious

Capricorniano nato, organizado e extremamente perfeccionista. Idealizador, que quer conhecer o mundo todo. Turismólogo por formação. Brasileiro e orgulhoso disso! Ama bife de picanha com arroz, feijão, farofa e batata frita e não abre mão de uma boa dose de Absolut, seja com coca, com suco, com gelo. Leitor ávido de todos os tipos de livro. Ouve todo tipo de música, de Cher à Victor e Léo. Adora uniformes e ternos. Viciado em viagens. Postagens às quartas.

Publicado em maio 9, 2012, em Pensamentos, The Serious. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Chorei. Muito lindo.

    Incrível como quando estamos amando ficamos inspirados pra escrever e tocar as pessoas.

    Adorei o texto, lindo lindo lindo!

    Boa sorte nesse amor e que ele seja infinito enquanto dure.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: