O desesperado de Cape Town

Quando meus amigos foram viajar no recesso de natal, eu acabei ficando praticamente sozinho na cidade. Isso não me abateu de modo algum. Eu me arrumava e ia para a balada sozinho, pois sabia que muitos estrangeiros estavam na mesma situação que eu e eu sempre achava alguém para conversar.


Em uma dessas noites, conheci um cara (ao qual não recordo o nome agora) e acabamos ficando. Em um certo momento da noite, ele perguntou se eu não gostaria de sair da balada e ir para outro lugar. Prontamente, aceitei. Fomos conversando em seu carro e ele parou de frente para o mar, que naquele dia, devido a luz do luar e as estrelas, estava especialmente lindo. Eu perdi o fôlego. Era uma das coisas que eu mais tinha vontade de fazer. Estar com alguém em um lugar perfeito em um momento perfeito. Ficamos lá por um bom tempo, conversando, nos beijando, até que eu tive que voltar para casa.

Na noite de natal, ele me ligou, queria me ver. Eu disse que seria possível após a ceia, já que eu havia combinado de ir na casa de alguns amigos. Como combinado, à 1 hora da manhã, ele estava na porta da casa dos meus amigos para me buscar.

Fomos para a balada e ele começou a agir estranhamente, pois estava bêbado. Em um certo momento, perdi a paciência e saí do lugar, para tomar um ar. Ele veio atrás de mim, argumentando que estava agindo daquele modo pois eu era seu namorado e não parava de olhar para os lados.

Eu não acreditava no que eu ouvia. Eu conhecia o cara há 12 horas. Falei que não era seu namorado e que precisava de um momento sozinho. Ele me perguntou se eu iria voltar e eu disse que sim e ele entrou na balada de novo. Claro que não voltei.

Durante esse tempo, um cara estava ouvindo toda a nossa conversa. Ele puxou assunto comigo e eu acabei indo embora com ele. Foi assim que conheci o Andrew, mas isso é história para um outro post.

Anúncios

Sobre The Serious

Capricorniano nato, organizado e extremamente perfeccionista. Idealizador, que quer conhecer o mundo todo. Turismólogo por formação. Brasileiro e orgulhoso disso! Ama bife de picanha com arroz, feijão, farofa e batata frita e não abre mão de uma boa dose de Absolut, seja com coca, com suco, com gelo. Leitor ávido de todos os tipos de livro. Ouve todo tipo de música, de Cher à Victor e Léo. Adora uniformes e ternos. Viciado em viagens. Postagens às quartas.

Publicado em agosto 22, 2012, em Histórias, The Serious. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. como assiiiiiiiiiiiiiiiiiiim….quero saber o que aconteceeeeeeeeeeeeeu!!!
    ><

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: