Eu só queria ser amado

Eu nunca vivi um amor.
Eu nunca vivi um grande amor.
Na verdade, eu nunca tive um relação recíproca.

Sempre tive relações vazias, supérfluas, infantis e que só me fizeram sofrer. Elas até me fizeram crescer também e entender que não existem príncipes encantados ou homens perfeitos. Mas quem foi que disse que eu queria deixar de acreditar no príncipe encantado? Quem foi que disse que eu tenho que ser duro e frio com o amor? Quem foi que disse que eu tenho MESMO que sofrer tudo isso?

Quem foi a pessoa mal comida amada que determinou essas regras? QUEM FOI?

Eu só quero ser amado. Ou melhor, eu só quero ser amado TAMBÉM. Quero amar junto, no plural e não no singular. Cansei de ser o único que se importa com a relação, cansei de ser o único a gostar. Cansei de ser eu.

Eu quero ser a torta preferida de alguém. Eu quero que alguém tenha palpitações quando eu chegar, que se sinta bem ao me ver, que pense em mim e que se importa comigo.

Quero poder dizer um dia de boca cheia “ele gosta de mim e eu gosto dele, a gente se ama“. É pedir muito?

São tantas pessoas que passaram e passam pela minha vida, que eu fico pensando se já trombei esse tal de amor e o deixei passar. Se por um erro meu, ele se foi. Não vingou. Não floresceu.

As vezes me sinto como um PC que não tem os plugins necessários para rodar um arquivo e esse arquivo é o amor. E eu não faço a mínima ideia de onde conseguir esses plugins pra instalar.

Vejo meus amigos namorando, vivendo seus romances, seus dramas, suas brigas. Vejo meus primos que ontem tinha 6 anos e hoje tem 16, 17, 18 levando suas primeiras namoradas e namorados para os encontros de família. Todos crescendo e evoluindo. E eu ali, observando. Como se eu tivesse me congelado aos 14 anos e não evoluído mais desde então.

O pêssego doce e maduro que não é consumido, fica podre e amargo. E eu tenho medo de que, todo esse amor que eu tenho pra oferecer, tenha esse mesmo destino.

Anúncios

Sobre The Silly

Um perfeito reclamão, extremamente afobado e muito desastrado. Quero tudo e quero agora. Comunicador por formação e por paixão. Brasileiro com passaporte turquesa. Ouço todo tipo de música, mas é com o bom e velho pop/rock que eu me entendo bem. Adoro comer e não vivo sem chocolate. Canceriano clichê e romântico fundo de quintal. Leio muito e coleciono toys. Morro com barbas por fazer (de preferência clarinhas). Harrymaníaco incurável.

Publicado em setembro 17, 2012, em The Silly. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Com o tempo vc perceberá que vai se sentir assim varias vezes ainda, que vai ter todo tipo de relacionamento. Aquele que a pessoa ter quer mais que tudo mas que vc não consegue sentir o mesmo. Aquele outro, o qual vcs sentem o mesmo, mas as diferenças são maiores.
    Resumindo, Ttdo tipo mesmo, e vai se perguntar pq vc não consegue simplesmente ser feliz com alguém, e então vai vim aquela sensação de que vc é o problema, mas posso afirmar que não é não.
    Ou melhor, vc tem problemas sim, como todos. E ai vc vai perceber que a dificuldade não é encontrar alguém que te ame e vc ame, é encontrar alguém que compreenda que vc não é perfeito assim com ele, mas que juntos vcs podem ser…

    Falei bonito vai… 😛

  1. Pingback: Fechado pra balanço « Estação 47

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: