fim…

Tenho escrito muitas cartas, algumas longas outras curtas, porem todas pra mesma pessoa.
Tantas coisas podiam ter sido ditas, tantas coisas ainda mereciam ser ditas, mas para que? Cansei de lutar, de tentar me fazer compreender, simplesmente cansei, e essa sensação não é de agora.

Só não consigo guardar pra mim, e os textos vão se acumulando, as paginas em branco vão sendo tomadas pela tinta e pelas lágrimas que ainda restam, por toda historia construída e, infelizmente, destruída.
Acho que por isso tenho me ausentado daqui. Além da falta de tempo (obviamente me sobrecarreguei pra não pensar em mais nada disso), meu pensamento me afastou dos textos românticos, carinhosos, por vezes sonhadores, me afastou de tudo para talvez em meio a essa confusão sentimental eu me encontrar.

Se alguém ainda não passou por isso torço que não passe, é difícil se reerguer, levantar a cabeça, enxugar as lagrimas e aceitar que simplesmente não era pra ser!

tempo_de_recome_ar_300x300

Ter que recomeçar tudo, reconstruir os sonhos, as vontades as metas, mudar a rotina, e sentir o vazio! Não que este seja ruim, mas é escuro, e a tristeza o torna maior do que ele realmente é.
Porém as coisas mudam quando lembrar o quão forte é. Quando aceitar que tem várias pessoas que te amam como é, que respeitam você e que te escutarão mesmo que já tenha ficado chato ouvir sobre a mesma coisa (e saiba é MUITO chato ouvir a mesma ladainha). E quando o amor próprio invadir fazendo perceber o que você merece e o que o outro merece, e que já não era mais o que um proporcionava ao outro, as coisas ficarão mais fáceis, mas ainda sim vai doer quando abrir aquela foto, quando lembrar de algum momento, e também, se não doesse não teria sido amor, e não teria valido a pena tentar.

E Valeu 😉

Anúncios

Sobre GingerSin

Autenticidade e teimosia com pitadas de sarcasmo. Amante de culturas, com o intrínseco desejo de pisar em cada continente e molhar os pés em cada mar. Formação técnica em Moda e Estilo. Brasileira e italiana com um pitadinha de alemã. Não vive sem música, de Mpb a Rock. Amante da culinária em geral. Apaixonada por séries e livros. Morre por ombros, ainda mais se estes fizerem parte de um corpo feminino. Viciada em conhecimento.

Publicado em dezembro 14, 2012, em Geral, Histórias, Pensamentos, The Ginger. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Encare o blog como um grande amigo, um companheiro, um divã na sala do psicanalista: ele não está aqui apenas para textos românticos e sonhos que queremos alcançar.

    Ele também deve servir como válvula de escape! Independente do assunto, do teor e da intensidade da coisa, escreva 🙂 é ótimo poder dividir os momentos bons, mas para aprendizado, é melhor ainda dividir os ruins!

    Pense nisso.

    • O Grande problema é a repercussão do que é escrito… rs . Mas chegou no ponto de que não importa apenas precisava dizer! …
      E agora rumo a novos momentos, novos amores, novas viagens. Recomeço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: