Você não quer gostar de alguém

Vejo muitas pessoas reclamando, normalmente através de suas timelines, que não queriam estar sozinhas. Elas compartilham imagens que dizem que procuram o amor, que tudo o que querem é um abraço e que para sua vida ficar completa, falta apenas a pessoa com aquele sorriso especial.

Tudo muito bonito, porque é fácil você clicar no botão de curtir e compartilhar e três minutos depois estar falando com alguém que tal pessoa não serve porque é gorda (ou magra demais), ou careca (ou cabeluda demais) ou que tem o pinto pequeno (ou grande demais).

Estamos tão condicionados a procurar os defeitos nos outros que usamos isso como subterfúgio para nunca nos entregarmos a ninguém. E sabe porque? Porque nós não queremos gostar de alguém.

O que queremos, na verdade, é atenção. Queremos ser venerados, amados, apreciados, mas não temos paciência nem vontade para dar o mesmo em retorno. Queremos algo que é utópico e inalcançável por que nas relações humanas, o envolvimento tem que ter o dar-retribuir. Não existe amor que consiga sobreviver vindo apenas de um lado. No fim, é uma conta matemática muito simples: se depositarmos toda nossa intensidade e sentimento em alguém que não quer dar o mesmo, o resultado será 1.000.000 x 0 = 0.

Por isso, meu amigo, antes de mais uma vez, postar ou reclamar que falta algo na sua vida, que tal olhar pro lado e, pela primeira vez, apreciar alguém pelo que ela tem a dizer e não pelo corpo que ela possui? Te garanto que quando abrir mão da hipocrisia e mergulhar de cabeça na sinceridade do sentimento, o que você diz tanto querer, vai acontecer simples e naturalmente.

Sem mais.

Anúncios

Sobre The Serious

Capricorniano nato, organizado e extremamente perfeccionista. Idealizador, que quer conhecer o mundo todo. Turismólogo por formação. Brasileiro e orgulhoso disso! Ama bife de picanha com arroz, feijão, farofa e batata frita e não abre mão de uma boa dose de Absolut, seja com coca, com suco, com gelo. Leitor ávido de todos os tipos de livro. Ouve todo tipo de música, de Cher à Victor e Léo. Adora uniformes e ternos. Viciado em viagens. Postagens às quartas.

Publicado em maio 8, 2013, em Pensamentos, The Serious. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Boto fé!

  2. Às vezes fico pensando o quanto nós realmente nos mostramos para as outras pessoas. E o quanto nos escondemos atrás de roupas da moda e corpos saudáveis… Do que é que temos tanto medo? Nossos defeitos são tão ruins assim? Afinal, queremos ter por perto alguém de carne e osso ou uma mera foto de revista?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: