Por que eu sempre escolho o cara errado?

Sempre que sento em um café ou mesa de bar com meus amigos, o papo acaba em algum momento em relacionamentos passados e desilusões. Reclamamos dos ex’s, relembramos o quanto sofremos e prometemos a nós mesmos não deixar fazerem conosco no futuro o que fizeram no passado.

Claro que nesse momento, esquecemos das pessoas que nós fizemos sofrer, porque se o fizemos, foi sem intenção. Mas acreditamos piamente que os nossos ex’s nos machucaram por querer, sem na verdade procurar ver o lado deles – mas isso é uma discussão para outro post.

O que reparo é que no final, quando nos deixamos machucar, o sofrimento segue um padrão. O relacionamento, sempre segue o mesmo script, do começo maravilhoso ao fim trágico. Procure pensar nos seus últimos relacionamentos e em como terminaram: eles não têm coisas em comum? Quanto você contribuiu para esse relacionamento dar certo e quanto contribuiu para que ele fosse fadado ao fracasso?

A-rotina-e-o-homem

Se tem algo que aprendi nesses poucos anos em que me relaciono com homens e nos relacionamentos que tive, é que nunca uma só pessoa está errada. Em algum momento, também erramos. Em algum momento, também magoamos. Em algum momento, não soubemos entender o lado da pessoa.

Se há uma receita para o relacionamento perfeito, desconheço. O que sei é que é com os erros e tentativas que aprendemos a amar melhor, a respeitar mais e a viver melhor com a pessoa que escolhemos para sermos felizes.

Agora, se você normalmente, assim como eu e meus amigos, acredita que sempre faz o melhor para manter a pessoa perto e tratá-la da melhor forma possível, deixo a pergunta que não sai da minha mente: “Por que eu sempre escolho pessoas que me tratam como nada para amar?”.

Talvez seja porque nós todos aceitamos o amor que achamos merecer. E para mudar essa linha de pensamento, só depende de nós mesmos, do nosso amor próprio e do quanto achamos que valemos.

Pense nisso.

Anúncios

Sobre The Serious

Capricorniano nato, organizado e extremamente perfeccionista. Idealizador, que quer conhecer o mundo todo. Turismólogo por formação. Brasileiro e orgulhoso disso! Ama bife de picanha com arroz, feijão, farofa e batata frita e não abre mão de uma boa dose de Absolut, seja com coca, com suco, com gelo. Leitor ávido de todos os tipos de livro. Ouve todo tipo de música, de Cher à Victor e Léo. Adora uniformes e ternos. Viciado em viagens. Postagens às quartas.

Publicado em maio 22, 2013, em Pensamentos, The Serious. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: