O teenager boy

A história de hoje tem uma pitada de arrependimento da minha parte, já que eu deveria não ter me envolvido com esse garoto.

Assim como com os outros, o conheci pelo Grindr. Nos encontramos em um parque perto de casa, conversamos muito e então, começou a chover. Como eu morava perto do parque, o convidei pra vir pra casa. Até então, eu não tinha nada em mente, mas acabou rolando alguns beijos e um ou outro amasso mais forte. Não fizemos sexo, mas ficamos bem a vontade, if you know what I mean.

Depois desse dia, mantivemos contato pelo Facebook e pelo whatsapp e combinamos de nos ver novamente. Eu já sabia que não queria nada com ele, mas a gente tinha começado errado. Novamente ele veio em casa e a proposta era vermos um filme, o que realmente fizemos. Ele tentou me beijar e acabei cedendo na primeira vez, na segunda desviei, na terceira fiz caretinhas e ele não tentou a quarta.

Ele foi pra casa e eu fiquei aqui, pensando. Eu havia gostado muito dele, muito, muito, mas não a ponto de querer ter algo a mais. Acho que a minha carência me tomou e a gente ficou, mas tudo que eu queria dele era amizade, por eu sabia que nós poderíamos ser bons amigos.

O chamei no whatsapp e joguei limpo, pedi desculpas por tê-lo envolvido e disse que tudo que eu queria era amizade. Ele disse que estava decepcionado, mas que também tinha gostado muito de mim e que gostaria sim de ser meu amigo.

Foi a melhor decisão, já que ele se tornou meu melhor amigo na cidade.

Eu achei que ele de fato tinha entendido, mas eu estava errado. Dias atrás, nós saímos pra um festival na cidade e ele, já meio bêbado, me disse: “todos os seus amigos querem levar você pra cama, né? Inclusive eu”.

Fiquei meio sem reação, fingi que não ouvi e segui a minha vida. De todos, ele é o que eu mais me importo, por que foi com quem eu cheguei mais perto do sentimento de “melhor amigo”.

Eu disse no começo que me arrependo de ter me envolvido com ele por isso, ele se envolveu e eu não. Eu quero ser amigo e eu não sei se ele quer ser meu amigo também ou se ele esta sendo meu amigo na esperança de ser algo a mais.

Anúncios

Sobre The Silly

Um perfeito reclamão, extremamente afobado e muito desastrado. Quero tudo e quero agora. Comunicador por formação e por paixão. Brasileiro com passaporte turquesa. Ouço todo tipo de música, mas é com o bom e velho pop/rock que eu me entendo bem. Adoro comer e não vivo sem chocolate. Canceriano clichê e romântico fundo de quintal. Leio muito e coleciono toys. Morro com barbas por fazer (de preferência clarinhas). Harrymaníaco incurável.

Publicado em agosto 19, 2013, em The Silly. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: