Arquivo mensal: fevereiro 2014

Sobre Piranhas e “Epifanias”

Finalmente algumas coisas se tornaram claras, demoraram um pouco mas ficaram claras ! Apesar dos motivos que levaram a essa clarificação não serem tão agradáveis… ao menos agora me entendo melhor !

 

Sabe, sempre fui considerado um heartbreaker, A piranha da desilusão (que nome bom para um monstro do power ranger, nao?)… aquele que todos seus amigos diziam “Olha, cuidado, não vai se apegar no fulano, ele é rodado, não quer nada sério…e por ai vai” … e bom, devo confessar que esses seus amigos não estavam errados, afinal, eu era mais novo, vida de universitário, open bar a preço baixo, tinha local e era desejado (coisa q nunca fui no passado…mas isso fica pra outro post)… então pq raios me apegaria a algo sério com alguém? 

Coisas de uma noite, ou algumas noites eventuais sem cobranças, sem encheção de saco, sem ter que dar satisfações, e quando batia aquela solidão? Horas, era só chamar um dos eventuais…e se um não podia hoje tinha outro q poderia…e  assim se seguia a vida! 

Com essa rotina, acima descrita, quem é que vai querer se preocupar com namoro ? se pode-se ter o melhor de tudo a todo momento, suprindo necessidades físicas e eventuais (e superficiais) necessidades sentimentais sem ter que aguentar as partes difíceis ? 

Bom, parecia que ia ser pra sempre assim, mas a piranha foi derrotada ! Não foi um power ranger que a destruiu, foram os próprios rumos da vida… O tempo passou, a idade avançou (apesar de ser jovem ainda) mas as preocupações tornaram-se diferentes, antes preocupava-me em acordar a tempo da aula, ou de entregar um trabalho, agora já penso na compra dum imóvel,em um carro para sustentar, em concursos públicos, em um emprego para me manter… O mesmo acontece com seus amigos, e ainda mais, vocês todos se afastaram, geograficamente falando, claro que sempre rola um fds de reencontro regado a cerveja e pizza barata, mas isso tornou-se eventual, o que antes era uma rotina, agora é um evento único. 

Você está em outra cidade, longe dos seus amigos que supriam suas necessidades sentimentais reais, os amigos ainda mais antigos também já não estão presentes com frequencia, afinal eles também tem as preocupações já citadas… então os boys eventuais já não estão mais por perto, eles cresceram e cansaram de terem seus sentimentos devorados e você já não tem mais paciência pra criar uma nova lista… de ficar no velho ritmo de festas todas as semanas, caçando nomes (quando você lembra do nome) pra sua lista de reservas… 

O que fazer? Mudar o foco das preocupações, não pensar em rolos e focar no profissional…ótimo… funciona, distrai…mas um dia, AINDA BEM, você arranja definições profissionais pelo menos para os próximos 4/5 anos… então pronto, a realidade bate a porta, e mesmo que vc a ignore ela não vai embora…

Você se vÊ pseudo-realizado profissionalmente (ao menos, menos preocupado), seus amigos não estão lá contigo todos os dias, você não tem com quem conversar, quem lhe abrace, quem lhe ouça, quem lhe faça rir, quem lhe aconselhe, quem lhe acompanhe, não tem nem mesmo quem saia contigo para uma breve cervejinha! É nessa hora que você sente aquilo que camuflou o tempo todo, que escondeu anos e anos atrás de um muro, aquilo que guardou tanto tempo numa caixa impenetravel..  São seus sentimentos, os de verdade ! aqueles que veem para dizer que você esta sozinho e mostram o quanto isso lhe apavora (nessa hora vc percebe que  nunca venceu os power rangers, mas que eles não existem mais para lutar contra você !)…

Então vem a Epifania… ok, não é bem uma epifania é justamente o momento de aceitar aquilo que nunca quis aceitar, foi empurrando com a barriga e fantasiando com a piranhagem…você aceita que está sozinho, que tem pavor disso e o que mais quer e alguém ! Não aquele eventual, nem aquele cara bonito para desfilar por ai, nem aquele namoro de balada de uma semana… alguém de verdade, aguém que seja seu amante, que seja seu amigo, que lhe de segurança e que se sinta seguro contigo, aquele com quem rola respeito e confiança mútua, aquele que lhe fará sorrir, depois chorar de ódio para depois lhe trazer mais sorrisos, aquele que dará saudade mesmo tendo estado contigo a horas atrás, aquele que vai lhe deixar aflito pelo whats app (mesmo você não dando bola para esses aplicativos), aquele com quem almoçar E jantar, aquele com quem ir ao cinema e passar horas falando de filmes e de como foi seu dia e de como as coisas stressam ou anima, aquele pra quem contar uma novidade boa, ou apenas para deitar no colo e ganhar um cafuné…e claro, Alguem que receberá tudo em dobro se depender de vocÊ !

 

Enfim, acho que já deu pra entender o quero dizer aqui ! Talvez um dia role um game over e você acaba voltando a fase da piranha…talvez não… mas no momento, a piranha foi derrotada e a fase é outra… e esse post foi uma forma de desabafar e me ajudar a aceitar isso ! Pois acreditem ou não, não é facil assumir seus sentimentos =O

 

Bom, vou ficando por aqui mas em breve vai rolar mais um desabafo dos tensos…um bjinho com dentadas hahaha =*

 

Imagem

Anúncios