Arquivos do Blog

Hey Ho

E é dada a largada… acabou o carnaval então 2013 pode começar! Mas antes vamos atualizar… rs

A jornada das 30 coisas começou e na maior adrenalina, 5˚ item √, e foi maravilhoso! Para quem nunca saltou – Salte!, e pra quem já saltou – You Know what mean!
– Uma verdadeira corrente de adrenalina invade seus poros com a força do vento e o medo possui todo seu corpo mas ele vem de mãos dadas com a Liberdade que abre seu maior leque de sensações, resumindo a vida te invade e quanto mais perto o chão fica mais versões da realidade se apresentam para você!

paraquedas

 

 

 

 

 

 

 

 

E o rumo a meta não para por ai não, férias assinadas e uma viagem das listas vai rolar ;), e quem sabe não risque mais alguns itens durante o percurso…

Mas,

hey_ho_lets_go

 

 

 

 

 

 

 

 

O Ano começou, e com ele toda maratona, trabalho, família, amigos, planos, contas, despedidas, e mais taças esvaziando para serem preenchidas com algo novo, e a falta de tempo para pensar vem em um maravilhoso momento, agora é hora de agir, de correr, de sorrir, NO MORE TEARS!

A vida começa agora!

 

😉

 

 

 

e no fim do inverno

Abri os olhos, e você já tinha ido, não via mais sua silhueta na porta e nem nos cantos, seu nome não apareceu mais na bina e nem vi mais a foto ao receber sms. E então a ficha caiu, você realmente tinha ido, tudo estava diferente sem sua voz, sua presença, seus olhares e suas palavras.
Me vi deitada na grama com o sol do fim de inverno aquecendo minha pele e minhas mãos estavam vazias de você e repletas de mim. As flores de começo de primavera misturadas com o céu azul um pouco nublado invadiram meus olhos que escorreram de uma saudade intensa de algo que a tempos não sentia. O som do suave vento e da turbulência da cidade tomou meus ouvidos me trazendo paz. Chorei.

Percebi que por mais que o amor ainda me tomava em corpo e alma, o amor por mim estava ali! Me amei, e assim continuo!

😉

30 coisas para fazer antes dos 30

Todos, ou melhor a maioria um dia vai perceber que o tempo está passando cada dia mais rápido e que os sonhos ficam mais difíceis de realizar conforme a responsabilidade e os compromissos vão chegando… Por isso decidi colocar metas e prazos de sonhos que cultivo a tempos, e sei que colocando aqui vou me forçar a realiza-los…Então lá vai….
 
30 coisas para fazer antes dos 30
 
1- Viajar sozinha
Sabe quando vc sente aquela necessidade de estar num lugar diferente que não conheça ninguém, bem por ai … 
2- Fazer um Mochilão
Europa de preferência destinos certos no roteiro: Lisboa, Madri, Veneza, Paris, Amsterdã, Breda, Munique, Hamburgo, Roma.. Nossa são várias paradas certas, Tremmmm pra que te quero…
3- Escrever um livro e publica-lo
Já tenho várias historias em desenvolvimento, quem sabe não sai algum dai…
4- Passar um carnaval na Bahia
Acredito que Ser brasileiro e não conhecer as maiores festas da nossa cultura é um erro, então lá vou eu pra Bahia.. 
5- Saltar de Paraquedas  –  01/2013  – √
Talvez seja o único momento na vida que a liberdade invadirá todos os meus poros…
6- Correr uma Maratona
Essa vai ser difícil…
7- Sentar no alto de uma montanha e ver o por do sol
Talvez seja o único momento na vida que a paz invadirá todos os meus poros…
8- Andar de balão
Se for em algum festival de balonismo eu vou amar…
9- Fazer um cruzeiro
Eu e o mar, o mar e eu, e as festas e as bebidas e os lugares e a galera…
10- Conhecer Cidades historicas de Minas
Por conhecimento, por admiração, para me encantar com as belezas de nosso país… 
11- Ir a uma praia de nudismo
Pra perder a vergonha mesmo… 
12- Tomar café em um café Francês  
 Não tem nem como descrever o que é essa meta pra mim…
13- Andar de Gondola em Veneza
Tomando champanhe de preferência…
14- Fazer um boneco de neve
E anjinho também…
15- Fazer um ménage a trois
Nossa sabe quando você tem uma curiosidade tremenda em algo? Bem por ai…
16- Andar nos Trilhos do Trem
Com uma mochila nas costas e um fone de ouvido escutando The Doors Roadhouse Blues…
17- Fazer um curta
Nessa eu conto com a Grande colaboração de uma amiga irmã que tenho…
18- Me formar
Mas ainda nem sei o curso… 
19- Montar um aeromodelo
Sabe aquele momento pai e filha … 
20- Mergulhar
esse vai ser um verdadeiro desafio… 
21- Fazer aulas de dança
De salão…
22- Ir ao festival do Dia do Ruivo em Breda (Holanda)
Tem noção do que é saber que tem um festival onde somente existem ruivos (as)…
23- Voltar a me dedicar ao Ingles e Francês
Para conhecer o mundo e para amar mais ainda …
24- Voltar ao meu peso ideal
Eu amo comer, fazer o que??? mas estou me controlando já…
25- Praticar algum esporte ou academia por mais de 6 meses
Persistênciaaaaaaaaaaaa…
26- Fazer um Peeling
Cansei dos furinhos provenientes da adolescencia…
27- Parar de roer unha
O mania feia…
28- Fazer trabalho voluntário
Tenho que agradecer a Deus de alguma maneira…
29- Assistir uma apresentação do Cirque du Soleil
Circo é Arte e Arte é Vida…
30- Comprar uma casa
Essa fica por último, pois é a mais importante e a que requer mais trabalho, mais dinheiro…Bom essas são as minhas 30 metas para realizar neste próximos 5 anos… E conforme eu for realizando vou falando aqui, com os detalhes mais sórdidos… 😛
Beijos a todos e Rumo aos 30!!!!!!!!!!

Happy Birthday…

Hoje faz exato um ano do meu primeiro post. Que alegria.
 
Um ano de Posts, um ano de vida, um ano de realizações, mudanças e novas perspectivas.
Por mais que eu tenha deixado passar várias sextas-feiras, a vida continuou entre turbulências e calmarias seguindo seu rumo, e o futuro foi plantado.
Sempre que fases são concluídas nos paramos pensamos, refletimos sobre tudo o que aconteceu, todos os obstáculos ultrapassados e as alegrias vividas. E hoje não foi diferente, o pensamento se perdia em meio ao trabalhando pensando em sentimentos e em como este ultimo ano foi turbulento neste quesito e mesmo assim eu fui feliz. Feliz por amar, feliz por ser amada, feliz por lutar por algo/alguém que acredito. Como é importante tentar, mesmo quando as coisas parecem confusas, se existe alguma maneira do final ser feliz devemos tentar, lutar por algo que faz a vida realmente ser vivida com intensidade e valor… O amor!
Assim concluo este primeiro ano, lutando pelo amor e desejando que todos vocês sejam fortes e busquem amar, tudo, todos, diferente, forte, intenso. Amem e vivam!

Sinto a felicidade de uma etapa concluída, e rumo aos dois anos, e a novas experiências e textos para vocês.

😉

Um pouco mais de leveza – é disso o que todos nós precisamos.

“Não coma gordura, coma fibras. Não ligue para ela no dia seguinte, espere até quarta-feira. Não beba álcool, beba água. Durma no mínimo oito horas por dia. Não fale palavrão. Economize mais dinheiro. Pense mais no seu futuro. Raciocine melhor antes de falar. É tanta proibição que às vezes até essa existência maravilhosa me parece um pouco monótona, sufocante, sem sal e demasiadamente engravatada. Será que é realmente preciso viver todo dia num militarismo tão rígido assim? E daí que hoje você vai atrasar cinco minutos? O importante é conseguir chegar sorrindo e se possível cantando para todo mundo ouvir.

Existem dias nos quais precisamos esquecer a porra do filtro solar e libertar um pouco do Charlie Sheen que existe dentro de cada um de nós. A vida é incrivelmente curta para ser levada tão a sério. E quer saber? Não vejo motivo pequeno demais que não possa servir como estopim para o início de uma grande comemoração. Vamos brindar e precisa ser agora!

Não estou dizendo para sair por aí loucamente, incendiando quartos de hotéis ou acreditando que em suas veias corre sangue de tigre. Nem estou sugerindo que você troque o leite por uísque no café da manhã. Não é nada disso. Não quero que você se torne o inimigo número um da lei ou que durma numa cela esta noite, apenas sugiro que aumente o volume do seu Rock’n’Roll, que saia mais de casa e perceba de uma vez por todas o quanto a vida é geralmente muito mais descomplicada do que insistimos em torná-la com nosso mar de reclamações diárias. Se for pra comemorar, faça como o Charlie Sheen – não aceite nada menos do que uma festa épica com uma semana de duração. Aproveite melhor seu tempo e, se puder, seja lembrado pelas suas gargalhadas e não pelo seu mau humor.

Sinto informar-lhe, mas seu coração infelizmente um dia vai parar sem qualquer aviso prévio, por isso meu amigo, não tenha tanto medo da chuva, nem guarde essas palavras lindas somente para você. Amanhã pode ser tarde demais para pegar sua avó no colo e agradecê-la com mil beijos pelos tantos bolos gostosos que ela fez só para te ver sorrir. Amanhã, você pode não ter mais tempo para dizer a sua amada o quanto você gosta de esquentar- lhe os pés debaixo do edredom. Amanhã, pode ser que você não consiga nem mesmo escrever um bilhete, apenas para dizer à sua mãe o quanto você a admira e sente-se grato por tudo que ela lhe fez, faz e se puder ainda fará.

Quando foi seu último porre? Não lembra? Que tal abrir uma garrafa de algo bem alcóolico e brindar a imensidão da vida com o maior número de amigos que conseguir reunir no bar mais próximo? Provavelmente, você irá sentir uma imensa vontade de dizer o quanto essas pessoas são importantes na sua vida e quer saber? Faça como os bêbados fazem: repita inúmeras vezes o quanto cada amigo seu é imprescindível para sua sobrevivência de sua alegria! Diga na cara deles o quanto você os acha foda. Abrace-os até quase quebrar-lhes os ossos e relembre com eles os bons momentos que viveram juntos. Ria até perder o fôlego ou chore, se essa for sua vontade. Homens também choram! Não tenha vergonha de derramar uma lágrima e sim de não achar nada minimamente emocionante.

Lembre-se sempre que morrer não é algo opcional, mas que viver de verdade é, com toda certeza. Por isso, insira uns dias “à La Charlie Sheen” na sua rotina robótica, quebre algumas regras, esteja preparado para enfrentar as mais violentas ressacas e, se possível, tente lembrar os bons momentos no dia seguinte. Se não conseguir, pergunte a um amigo ou aguarde as fotos no Facebook. Um pouco mais de leveza – é disso o que todos nós precisamos.”

By Ricardo Coiro

Quem já não quis fugir sem mesmo ter algum lugar pra ir??? A vida não é fácil como parecia quando éramos crianças, mas também levamos tudo tão a sério que ela nem poderia ser, então ai vai minha dica, que vale pra mim e pra vocês, saiam da rotina, deixem o certo e errado de lado e mergulhem em algo novo, a vida é curta e a rotina é maçante. VIVA!

😉

;X

Olá, nossa quanto tempo. Estou em debito com vocês, queridos leitores, mas a vida tem me armado uma enxurrada de emoções e em meio a ‘TUDO’ meu tempo e criatividade foram bem escassos.

Eu voltei!
Agora prá ficar
Porque aqui!
Aqui é meu lugar
Eu voltei pr’as coisas
Que eu deixei
Eu voltei!…(8)

Piadas a parte, eu voltei!
Nesse praticamente um mês que estive longe, pensei demais todas as sextas-feiras, e o que mais me impediu de vim aqui desabafar com vocês foi apenas um motivo, a falta de privacidade. Pode parecer engraçado, mas quando o blog começou a ser desenvolvido eu amei o fato de poder dizer qualquer coisa e não ser diretamente julgada pelas pessoas que convivem comigo, o que no fim das contas acontece pois todos do nosso grupo da cidade de origem que acessão sabem quem somos, e o pior por nosso erro, um que contou pro melhor amigo outro pro namorado e aqui estamos… NO MORE PRIVACY
Concluindo por mais que o coração e a alma queira publicar longos textos sobre dilemas atuais me sinto, infelizmente, censurada.

Sorry Guys, eu sei que isso torna meus textos chatos e ausentes. Prometo torna-los mais criativos no minimo, e com muito mais sacadas. E também quem sabe eu não entro numa fase FuckEveryone e publico tudo sem pensar nas conseqüências…

Beijos até semana que vem. 😉

A pessoa certa

Vejo as pessoas ao meu redor sempre em busca da pessoa certa, aquela pessoa que te faria feliz todos os dias, que seria completamente louca por você e que só te faria bem, que te mimaria a todo tempo e sempre superando suas expectativas, além de logicamente ser um arraso no quesito sexual. BOM SINTO INFORMAR, nesta pessoa NÃO existe.
Mas existe sim aquela pessoa que vai querer te fazer feliz e que fará de tudo por isso, mesmo as vezes ‘metendo os pés pelas mãos’ e te fazendo chorar. Esta mesma pessoa certa, será aquela que por vezes vai perder a cabeça e te dizer que não agüenta mais,  e  irá se arrepender 2 minutos depois. Será aquela que te chamara de dos nomes mais estranhos, e vai te beliscar e te morder, de tanto que te quer. Vai amar te irritar e ver seu sangue ferver. Vai te acordar só pra ter certeza que você esta vivo.  
Na realidade a Pessoa Certa é a Pessoa Errada, é a que não é exatamente o que você sempre quis, tem defeitos que por vezes você não vai agüentar, e tem manias terríveis, mas é a mesma que te faz sentir o peito aquecido todas as noites, e também é aquela que faz você ser uma pessoa melhor, as coisas parecerem mais fáceis e o mundo girar de uma maneira diferente e aparentemente certa.

 Deixo pra vocês um texto do Fabuloso Luis Fernando Veríssimo
A Pessoa Errada

“Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: “Graças a Deus, deu tudo certo!”, quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente.
Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução.”

😉

Em Busca do Equilíbrio

Nos últimos quatro dias pensei muito sobre o tema que conversei com The Silly e The Serious. Pensei bastante sobre nossa divisão e sobre a importância de cada em nossas vidas.
Realmente assim como foi dito por ambos em seus posts desta semana nossas vidas são divididas em 4 vertentes, e estas são responsáveis pela nosso equilíbrio ou não.
Elas são interligadas pela emoção, pela razão, pelo desejo, pela ambição, pela paz. Estão sempre andando juntas em nossos dias, e temos que nos dividir, sem abandonar nenhuma, e ai que esta o problema. Como equilibrar sem dar mais atenção a alguma?
Essa foi minha pergunta durante o passar de horas desses dias, como equilibrar? Como?
Minha conclusão foi a seguinte:
Agora não tem como!
Ok pausa para risos…

E ai vai a explicação:  Quando crianças a família e os amigos são nossa vida. Não temos nada além para nos preocupar. Vivemos a rotina infantil, de casa para escolha, da família para os amigos. E como não temos independência não temos que equilibrar nada. Mas a adolescência chega e com ela vem os amores, esses que dominam nossas emoções e tomam toda a atenção, todo o tempo e aprendemos a lidar com família, amigos e amores, o que já parece impossível, e quando achamos que não poderia complicar, nos chamam de adultos, e vem o trabalho para deixar – nos mais confusos ainda, com menos tempo para a família, para os amigos e amores.
Até aqui acredito que todos estejam se perguntando: ‘ Você pensou a semana toda para deduzir isso? OI’… Calma ai vem a explicação.
Quando crianças e adolescentes nos não nos preocupamos com isso, pulamos de cabeça na vida, somos inconseqüentes, não temos medo, e muito menos traumas e perdas, nossos valores são pequenos e nossos princípios estão sendo formados, mas quando adultos tudo muda, queremos conclusões, queremos tudo, mas somos responsáveis, a família é mais importante que antes, o trabalho é necessário, os amigos são nossa válvula de escape e os amores são nossa esperança de um dia termos ‘nossa’ família.
Tudo fica complicado, não existe o que tem mais valor, mas ao mesmo tempo temos que valorizar mais algo, o mundo pede isso. Trabalhar a cada dia mais, pois o futuro depende disso, sua carreira depende disso. Curtir sua família ao extremo, pois se erramos crianças e nossos pais e avos adultos, hoje nos somos adultos e o tempo para eles parece mais acelerado. Os amores requerem mais cuidado, agora temos cicatrizes das loucas paixões da adolescência, temos mais esperança e queremos a cada dia mais uma parceria estável. E ainda tem os amigos, que assim como você tem que lidar com tudo, e mesmo assim estão ao seu lado quando precisa daquele momento de descontração.
Pois é, a vida não é nada simples. E quanto antes equilibramos as coisas, menos nos arrependeremos quando nossa força tiver acabado, nossa carreira estiver construída e nossos pais e avos não mais aqui estiverem.

Essa semana percebi também o quanto estou longe deste equilíbrio, o quanto minha família é importante, eles são minha base, minha estrutura. O quanto tenho que dedicar mais tempo ao trabalho, pois o futuro espanca portas e janelas.  O quanto o amor é fundamental na minha vida, é meu ar, meu combustível. E o quanto faz falta um abraço dos amigos, os quais entendem a loucura, mas mesmo assim sentem sua falta.


Acho que meu post foi para outro lado, mas mesmo assim deixo meu desejo de equilíbrio nas entrelinhas!!!!

😉 

Os 4 pilares da vida

Em uma conversa deliciosa num café recém-inaugurado aqui na cidade, eu, The Serious e The Ginger divagando e filosofando sobre diversos assuntos, falávamos também sobre a vida. Chegamos a conclusão de que ela tem 4 pilares de sustentação principais, seriam eles: a família, o trabalho, a amizade e o amor.

A família é o pilar de sustentação matriz, sem ela, nós nem aqui estaríamos. É no seio familiar que somos quem somos de verdade, sem máscaras e sem fingimentos. É na família que os maiores conflitos são enfrentados e também é nela que somos provados de verdade. O pilar da família é o único que pode suportar 100% os problemas dos outros pilares. Pra lá você pode levar suas crises no trabalho, seus problemas com seus amigos e também, seus problemas do coração. A família suporta tudo e te ama do jeito que você é.

O trabalho, na vida de muita gente, é o pilar principal. É o pilar do sustento, o pilar da afirmação e o pilar da independência. O trabalho enobrece o homem e nos faz acordar toda amanhã sabendo que fazemos parte de um processo ou de um propósito. Sem o trabalho, nós não seríamos ninguém. Não teríamos uma profissão, não teríamos um economia e nem seríamos especialistas em nada. Para o trabalho nós não podemos levar nada relacionado aos outros pilares, ele é um pilar bastante carente e quer atenção exclusiva.

A amizade é o pilar mais leve, mais camarada e mais maleável de todos. A amizade é um sentimento evoluído, entende as diferenças de cada um e foca sempre nas semelhanças. É na amizade que começamos a exercitar os outros pilares, ou alguém aqui nunca brincou de escritório, de casinha ou teve um (a) namoradinho (a) quando era criança? A amizade pode suportar, assim como a família, os problemas dos outros 3 pilares, mas cuidado, nem toda amizade é forte o suficiente pra isso. Algumas são mais superficiais do que outras e precisamos tomar muito cuidado com quem chamamos de fato, amigo.

Por fim, o amor é o pilar que nos faz acordar toda manhã com vontade de viver, de se embelezar, de se cuidar, de se sentir bonito e amado. É o amor que move o mundo. Podem até falar que é o trabalho, mas é um ledo engano. Quem move o mundo mesmo é o amor. Os vários tipos dele, o amor ao trabalho, o amor à família, o amor aos amigos e até o amor às plantas e os animais. O amor, na teoria, deveria aceitar também todos os problemas dos outros pilares, mas na prática, isso raramente existe. O amor, até amadurecer de verdade e evoluir, é muito egoísta. É muito comum ver pessoas abandonarem a sua preocupação com os outros pilares, principalmente a família e a amizade, por causa do amor.

O amor nos suga e pode ser devassador. Muita gente ainda complica mais e confunde paixão com amor. Paixão é o amor girino, é o amor criança, é o amor se formando, é o amor em fase embrião e não deve ser levado tão a sério. Se você está apaixonado, você ainda não está amando. Tem gente que acha que está e aí, faz caquinha.

O amor deveria aceitar os problemas dos outros pilares e diferente da família, que vai te dar apoio e cuidar de você até as feridas sararem e você estiver pronto pra continuar, ele vai ir além, vai segurar nas suas mãos, olhar nos seus olhos e dizer: vamos junto, estou contigo! Ah se isso sempre acontecesse, teríamos muito mais gente feliz no mundo, mas temos que entender que, até o amor virar família, muita água vai rolar.

Na realidade, nós não deveríamos buscar só um amante, mas sim um companheiro, um parceiro. Alguém que vai nos fazer tão bem e tão feliz, que todos os outros pilares serão beneficiados com isso.

Todos devemos saber qual pilar é nosso foco maior, assim, fica mais fácil nutrir o pilar que anda mais fraquinho e manter a vida em equilíbrio. Pois já diziam as revistas de dieta: um vida equilibrada é muito mais saudável. Felizes daqueles que encontram o equilíbrio entre esses 4 elementos e conseguem manter sua vida sustentada e firme contra qualquer tempestade.

E você, qual o seu pilar principal?